Pages

0 comentários

Roteiro: "Judas em Sábado de Aleluia"

Como muitos de nós sabemos, nossa querida professora Pamela, organizou uma peça teatral para a semana Paulo-Freire que terá no ETEC. A peça é uma adaptação do Clássico Judas em Sábado de Aleluia, o roteiro e as funções ja foram divididas, agora só falta a atitude!
Segue abaixo o E-mail da Sheila com o anexo do roteiro para Download:





Clique no Banner a seguir para fazer o download:





Leiam pessoal !, a Pamela está enchendo o saco por culpa disso ! -.-






Bye ! ;D
read more
0 comentários

Visita ao Instituto Cervantes

Olá pessoas !, 
ontem o pessoal de nossa sala (incluindo EU), fomos numa excursão em comemoração ao dia da lingua, que é uma "mix" do dia do livro + o nascimento de Shakespeare + a morte de um escritor boliviano famoso tão famoso que esqueci o nome dele .
Nessa excursão, tivemos uma maratona de leitura, leria-mos trechos de livros em qualquer idioma. Alguns leram coisas melancólicas, outras de auto-ajuda, outros de própria autoria, e outros alguns ditados, nessa parte de ditados nosso amigo Gabriel do 3°A leu um provérbio em Chinês, além dele o Ray da nossa sala leu um outro em português mesmo. Por falar no Ray... sincera mente a melhor leitura foi a dele ! pelas idéias expressadas e também pelo encaixe que ele colocou provérbio naquele exato momento, a segunda melhor foi a Marina do 3°A (eu acho), isso tudo na MINHA opinião, pois não tive-mos avaliação alguma!, meu critério foi a expressão do texto, os sentimentos que ele passava para quem estava ouvindo.
Agora pra matar a curiosidade de vocês, eu e nossa amiga Laís, gravamos o "senhor" que leu em Latim.






Na volta do nosso passeio, diga-mos que eu fiquei pra trás da turma, olhando para os lados achei uma coisa muito curiosa numa banca  de jornal da Av. aulista 





"Promoção Speak R$2,50"



Acha que ele quer dizer algo para nós? rs' 


Esse foi um bom passeio, porem pena que todos não foram, pois seria uma coisa MEGA empolgante. Mas enfim, terão outras oportunidades e tomara que mais pessoas vão !

Bye ! ;D

read more
1 comentários

De James Brown ao 'Rap das armas'

Da "Melô da mulher feia" do MC Abdulah às mulheres-fruta, o funk carioca comemora 22 anos de existência em 2011. Seu marco zero é o disco “Funk Brasil”, de 1989, produzido pelo DJ Marlboro. A coletânea tinha o primeiro funk carioca gravado, a “Melô da mulher feia”, cantada pelo Mc Abdulah, além de faixas como “Melô do bêbado” e “Rap das aranhas”.

O disco vendeu 250 mil cópias e o funk saiu das comunidades para conquistar o resto do Rio de Janeiro e do Brasil. Por dois anos (em 1995 e em 2001) foi o ritmo do verão por excelência, conquistando as rádios de norte a sul do território nacional.

Em 2005, começou a ensaiar a invasão no exterior, com M.I.A. e os curitibanos do Bonde do Rolê, e em 2011 o gênero, muitas vezes discriminado, tem a chance de virar oficialmente um movimento cultural, com lei e tudo. Uma história movimentada e impressionante para um ritmo com apenas vinte anos de idade. Confira abaixo a linha do tempo do funk carioca elaborada pelo G1 com base nos livros "Batidão" e "O mundo funk carioca" e entenda um pouco dessa história.

Anos 60
: James Brown inventa o funk com músicas como "Please, please, please", transformando o soul em um gênero dançante e frenético, que vai influenciar a criação da discoteca e da música eletrônica durante as próximas décadas.

Anos 70: Em São Paulo, equipes como a Chic Show montavam bailes de música black (funk e soul, especialmente) pela periferia. No Rio de Janeiro o movimento ganhou um nome: Black Rio, que chegou a virar nome de banda. O movimento também contava com artistas como Tim Maia, Cassiano, Gerson King Combo e outros bambas. Equipes de som criadas na época, como a Furacão 2000 e a Cashbox seguiriam nas décadas seguintes dentro do funk carioca.

1982: Afrika Bambaataa inventa o electro com “Planet rock”, misturando a batida seca e grave da bateria eletrônica TR-808 com um sample de “Trans-Europe Express”, dos alemães eletrônicos do Kraftwerk. O ritmo vai inspirar o miami bass e também o funk carioca.
Anos 80: As “melôs” viram lugar-comum nos bailes do Rio – “You talk too much”, do Run DMC, vira “Taca tomate”, por exemplo. Na Flórida é criado o miami bass, estilo de rap com uma forte batida grave, e grupos com letras de duplo sentido como o 2Live Crew

1989 : MC Abdullah grava o primeiro funk carioca – “Melô da mulher feia”, sobre a base de “Do wah diddy”, da 2Live Crew. A música é a primeira gravada para a coletânea “Funk Brasil”, produzida pelo DJ Marlboro, marco inicial do funk carioca, que ainda tinha a “Melô do bêbado” e o “Rap das aranhas”.

1990: MC Batata faz o primeiro funk a ser conhecido em rede nacional: “Feira de Acari” foi trilha sonora da novela “Barriga de aluguel”. A letra tinha trechos como “Ele disse que na feira/ Pelo preço de um bujão/ Eu comprava a geladeira/ As panelas e o fogão/ Tudo isso tu encontra/ Numa rua logo ali/ É molinho de achar/ É lá na feira de Acari”.

1992: O “Rap do Pirão”, homenagem do MC D’Eddy à turma do Mutuapira e do Boa Vista inaugura a era dos raps de galera. Já a cantora Fernanda Abreu (ex-Blitz) aparece com a faixa “Rio 40 graus” em seu novo álbum, “SLA 2 be sample”, inspirada no funk carioca.

1994: A apresentadora Xuxa pavimenta o estouro do funk em rede nacional com o segmento “Xuxa hits”, no seu programa “Xuxa park”. Entre os sucessos apresentados lá estava o funk melody (ou charm) “Me leva”, de Latino.

1995: O “Rap da felicidade” de Cidinho e Doca vira hit nacional, arrancando elogios até de Caetano Veloso. A primeira onda nacional do funk ainda conta com Claudinho e Buchecha (com o melody “Conquista”), Junior e Leonardo (com a primeira versão do futuro proibidão “Rap das armas”) e William e Duda (de “A de abalô”). Os últimos ainda gravaram com Lulu Santos, que levava o funk para o pop rock no disco “Eu e Memê, Memê e eu”.

1997 - 2000: Enquanto o sucesso do funk esfriava no resto do Brasil, o MC Maluco aparecia com “Ah! Eu tô maluco!”, surgido de improviso em um baile. Durante essa época, começaram a ocorrer os “corredores”, onde os frequentadores se enfrentavam com pancadas. Durante essa época, muitos bailes foram fechados e alguns promotores de festas chegaram a ser presos. Ao mesmo tempo, grupos de rock como Funk Fuckers e Comunidade Nin-Jitsu começavam a flertar com o ritmo.

2001: A segunda onda do funk carioca começou em 2001 e consolidou o gênero no país – começando com “Cerol na mão” (além de “Tchutchuca” e “O baile todo”), sucesso do Bonde do Tigrão. Outros hits foram “Tapinha”, da MC Beth e do Mc Naldinho e “Planeta dominado”, do SD Boyz, enquanto Kelly Key aproximava o funk do pop com “Baba”. Misturando funk e rock, as guitarras de “Popozuda rock ‘n’ roll” dos gaúchos do De Falla também dominaram as rádios.

2002 - 2003: A desbocada Tati Quebra-Barraco surge com hits como “Montagem pidona”, “Montagem trocadilho DAKO"

2004 - 2007: A música “Bucky done gun”, sampleando “Injeção” de Deize Tigrona, começa a invasão do funk pelo mundo. Lançada pela cingalesa M.I.A. e produzida pelo DJ norte-americano Diplo, a música abriu espaço para gente como o Bonde do Rolê, grupo curitibano de classe média que chegou a lançar disco na Inglaterra com músicas como “Gasolina” e “Solta o frango”.


2008 - 2009: Com o sucesso do “Créu” e sua garota-propaganda, a Mulher Melancia, o funk criou a era das mulheres-fruta. Ao mesmo tempo, DJs como Sanny Pitbull tocam no exterior e já defendem a existência de um pós-funk, um funk carioca modernizado e globalizado. Cidinho e Doca que o digam – sua versão “proibidão” de “Rap das armas” (da trilha sonora de “Tropa de elite”) virou hit na Suécia e ganhou recentemente um remix kuduro, ritmo conhecido informalmente como o “funk carioca de Angola”.



Retirado do G1 (Portal de notícias da Globo)


read more
0 comentários

Sem comentários 2......

Que cara de nóia....ushaushaushu (essa revista em seu lado é uma capricho)
Huuuuuum..........(vocês completam)
Huuuuuuuum²..........(completem ae)
read more
0 comentários

Reconstituição da Morte do Speak - Flash Mob de 1 ano

É meus amigo, atrasei porém ainda editei o video da reconstituição do morte do nosso "mascote" e "adorado" Speak. Pra quem não sabe ou não estava, esse video foi uma idéia de Flash mob que tinha-mos na sala. A idéia seria fazer um dia de "velório" quando passa-se 1 ano depois do acontecido, todos virmos de preto pra escola Tirando o Lucas e fazer-mos um video, demonstrando Como Tudo Aconteceu. Não vou enrolar muito, pois estou no intervalo do médio e do tecnico..rs' tenho que correr =P. Então vamos ao que interessa, as "loucuras" do 2°B !  \õ/ 

REMEMBER: SPEAK!










PS.: Lucas me desculpe pela má edição daquelas partes que você tinha me pedido para retirar, eu dei uma "maqueada", não cortei pois não tinha o Programa adequado, e o programa certo pra isso tem 980mb só a versão trial, então não compensaria baixar ele. Em resumo é isso, desculpe-me se algo atinge alguem diretamente ou indiretamente, pois nós somos TOTALMENTE CONTRA qualquer preconceito, só faze-mos piadas saudáveis. E leitores, desculpe-me pela má edição, editei com o editor do YOUTUBE mesmo, pois não tinha o editor adequado U.u'


E é isso pessoal, vamos cobrar a Carol pelo jornal que ela disse que faria-mos, ela deu a idéia de tudo, então cobrem-na ! ;D 


e Lembrem-se: Remember Speak






Agradecimentos ao pessoal do 1°B, que nos cedeu a sala sem nós ao mesmo pedir-mos..rs' xD




Bye ! ;D
read more
0 comentários

Prof° Wadames usando o Twitter






Bye ! ;D
read more
0 comentários

16 maneiras de irritar um taxista










Retirado do Não Salvo



Bye ! ;D
read more
0 comentários

12 posições para dormir na sala de aula

1. Estilo Entediado


http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-560x373.jpg


Esta postura pode ser normalmente observada durante uma aula com um professor que fala sempre no mesmo tom de voz tedioso. Os alunos ao final da aula já terão feito seus lápis e suas borrachas em pedaços.
Mensagem corporal: Sua aula é realmente chata!


2. Estilo Clássico


http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-02-classic.jpg


Esta posição permite adormecer com facilidade, mas, o problema é que o professor pode vê-lo algumas vezes assim e ficar muito irritado.
Mensagem corporal: Professor, eu estou muito cansado(a).


3. Estilo C.D.F./Nerd Debochado

http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-03-disdain.jpg



Os alunos que tiram notas boas e não precisam ouvir a lição podem muitas vezes ser vistos nesta pose preguiçosa em que a sua linguagem corporal mostra que estão cheios de auto-confiança.
Mensagem corporal: Tudo o que você perguntar para mim eu sei responder.


4. Estilo Oração/Reza


http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-04-pray.jpg


Com os dedos de ambas as mãos juntas como se estivesse orando/rezando, esse tipo de postura diz claramente uma coisa: "professor, eu te imploro para terminar rapidamente esta aula, ok?
5. Estilo Abatido


http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-05-dejected.jpg



Não entende a lição a ponto de chorar.
Mensagem corporal: Ouço, mas não entendo!




6. Estilo Avestruzhttp://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-06-ostrich.jpg


É típico de alguém inseguro. A pessoa que está em conflito por querer dormir mas, ao mesmo tempo ter medo de ser pega, naturalmente adota essa postura.
Mensagem corporal: Você não pode me ver, você não pode me ver ...


7. Estilo Mala


Em geral, só os muito malas têm coragem de dormir assim. O seu nível de desrespeito para com o professor faz com que os outros abanem negativamente a cabeça.
Mensagem corporal: Porra, eu quero dormir, qual é a sua?!

http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-08-boss.jpg
8. Estilo em Duplahttp://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-09-double.jpg


Duas pessoas ignorando completamente o professor.
Mensagem corporal: Um dormindo no lado do outro, isso promete...


9. Estilo Triplohttp://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-10-triple.jpg


Ao sentir vontade de dormir, os alunos formam grandes grupos em vez de tentar resistir ao sono, e sem prestar atenção no seu professor. Isso acontece muito em aulas de professores idosos.
Mensagem corporal: Três pessoas dormindo juntas deve irritar qualquer professor.

10. Estilo "tô em casa"http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-11-pillow.jpg


Esse tipo de comportamento pode ser descrito como desafiador. Desconsiderar as regras e dormir é uma coisa, mas tentar transformar a sala de aula no ambiente aconchegante do seu próprio quarto já ultrapassa o que as pessoas normais geralmente aceitam.
Mensagem corporal: Só faltava o meu ursinho fofinho...

11. Estilo cama de carteirashttp://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-12-table.jpg


Basta ir longe demais e juntar as carteiras para fazer uma cama e dormir tranquilamente como se estivesse em casa. Claro que nestes casos o professor já perdeu toda a sua autoridade na classe.
Mensagem corporal: Se for para dormir, que se durma direito!

12. Estilo Dormindo em Pé
http://www.chinasmack.com/wp-content/uploads/2010/10/chinese-student-sleeping-positions-13-standing.jpg


Essa postura já excede em muito as posturas do sono normal. Um professor que vê esse tipo de aluno só pode sacudir a cabeça, suspirar e, impotente, apenas continuar com a lição.




Retirado do Blog Postarei



Bye ! ;D
read more
0 comentários

Como fazer parte de um video

A regra é simples, é só colocar seu dedo no ponto vermelho e você será protagonista de uma cena muito legal!


Curtiram?
AshaUShaushuaHSuaHUshaUshauShuashuaHsuaHsuHAUShAUShaUshuaSHuaHsuashaUshaUsh




Retirado do Ñ.Intendo




Bye ! ;D
read more